• Trabalho com as Famílias

As famílias recebem de forma contínua, permanente, planejada e gratuita ações que possibilitam a promoção da cidadania, enfrentando as desigualdades sociais e empoderamento para articular com órgãos públicos em defesa dos seus direitos e garantir a sua integração na vida comunitária, tornando protagonista da sua própria história.

Este programa favorece para que essas famílias se reconheçam como agentes da sua ação e consequentemente tenham os direitos da pessoa com deficiência garantidos, inibindo qualquer forma de violação de direitos por atitudes discriminatórias e preconceituosas. Temos por fundamento que a dignidade e o bem-estar não devem ser preteridos por conta da deficiência.

Trabalha-se nos grupos, o desenvolvimento de comportamentos adequados para diferentes tipos de ambientes. Visando por meio de dinâmicas, rodas de conversas, vídeos e outros materiais, levar o usuário do programa a compreensão de si e do outro, descobrindo suas potencialidades, habilidades e interesses; percebendo suas dificuldades, fraquezas e defeitos; reconhecendo o limite do outro, e aprendendo a respeitar, a tolerar e a lidar com as dificuldades dos que estão presentes em seu convívio.

Sempre que necessário, esses indivíduos serão atendidos individualmente para trabalhar o aspecto emocional e assim conseguirem enfrentar sem ajuda, seus problemas e aprenderem novas maneiras de lidarem com eles.

Quanto aos familiares busca-se minimizar suas dúvidas, medos e anseios tentando levar o máximo de informação possível para contribuir com suas ações frente aos seus dependentes, esse trabalho será desenvolvido tanto em grupo quanto individual.

O programa conta com uma equipe multidisciplinar que, traçam estratégias convenientes a serem aplicadas aos usuários conforme necessidade apresentada, assim como será ofertado suporte aos profissionais para lidarem com as dificuldades do dia a dia.

São oferecidas atividades de artes cênicas e visuais, oficinas de aprimoramento profissional e de atividades da vida diária e prática, passeios sócioculturais, viagens, acantonamentos, baladas e encontros com instituições congêneres, dinamizando e trocando saberes, sempre com intuito de potencializar a autonomia, emancipando sua família, eliminando o isolamento social, e oportunizando situações de desenvolvimento contínuo da pessoa com deficiência intelectual e seus familiares. Todas essas ofertas acontecem no contra turno escolar e por vezes aos finais de semana, sempre acompanhado pela equipe multidisciplinar.

ARTICULAÇÃO COM A REDE PARA A EXECUÇÃO DO PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL

Neves (2009) nos traz algumas caracterizações sobre a rede socioassistencial e, com elas, permite-nos entender que tal rede é uma ação articulada e integrada, que objetiva proporcionar aos usuários dos serviços sociais a proteção social junto ao acesso aos seus direitos, estando esta rede relacionada ao conjunto de políticas sociais, em especial a política de assistência social. Articulamos com serviços sócioassistenciais, com políticas públicas setoriais, com órgãos do Sistema de Garantia de Direitos (CRAS, CREAS, Defensoria Pública do Estado de São Paulo e da União, Ministério Público do Estado de São Paulo e União), conselhos de políticas públicas e de defesa de direitos de segmentos específicos e serviços e projetos de instituições não governamentais e comunitárias.

INFORMATIVOS INFORMATIVOS